Nelumbo Nucifera são fáceis de cultivar, tudo o que precisamos é de pleno sol, um pouco de terra argilosa e, pelo menos, 30 centímetros de água parada. O sol é necessário para que as plantas cresçam com vigor e produzam flores. Cultivando a partir de sementes, as plantas levam de 3 a 4 anos para florescer.

 

Quando plantar: A melhor época para semear Nelumbo é na primavera e no verão (de setembro a março). Se na sua região o inverno não é muito acentuado, pode ser cultivado o ano todo.

 

Substrato: Use uma mistura de 10 partes de terra argilosa para 1 parte de húmus. Se tiver acesso a algum lago ou açude, colete um pouco da terra que fica embaixo da água para usar como substrato.

 

Dica: A casca das sementes de Nelumbo é dura e impermeável. Na natureza, a semente 'viaja' durante longo tempo na água, batendo em pedras até sofrer rachaduras e iniciar a germinação, esse processo pode durar até 200 anos (!). O que precisamos fazer para germinar as sementes rapidamente é simular este processo, de forma muito fácil. Veja:

 

1º) Faça uma pequena rachadura na casca da semente com um estilete ou uma faca afiada. Você verá no interior da semente o núcleo de cor creme. Tenha cuidado para não machucar o núcleo da semente, removendo apenas um pedacinho da casca. Isso irá permitir que a umidade entre com mais facilidade e acelere a germinação.

2º) Coloque as sementes em um recipiente (um copo plástico está ótimo) com água morna e coloque em um local que pegue sol pleno. Troque a água sempre que ela ficar turva, use água limpa que não contenha produtos químicos, como a água da chuva.

 

3º) As sementes brotam rapidamente quando a água é absorvida para dentro da semente. Mas algumas podem demorar um pouco mais, de 3 a 10 semanas. Quando os brotos estiverem com 10 cm de comprimento é hora de transplantar.

4º) Encha um vaso comum com terra argilosa e plante a semente brotada na terra. Se pretende transplantá-la futuramente para um lago, use um vaso biodegradável. Pegue outro recipiente (como um balde), coloque o vasinho com o broto dentro e preencha com água até cobrir o broto. Mantenha em pleno sol.

 

Práticas culturais: Lotus pode ser cultivado em diferentes tamanhos de recipientes, em vasos, banheiras, açudes e lagos. A planta se adapta ao tamanho do recipiente e é o tamanho deste que determinará o tamanho da planta. Suas folhas podem chegar até 2,5 metros de diâmetro, mas para isso ela precisará de bastante espaço.

 

Transplante: A coroa (a parte da planta de onde surgem as folhas) deve ser coberta com solo, e sobre ela, cobrir com uma camada de areia e seixos de rio, a fim de manter a água limpa. O recipiente deve ser cheio d'água, e em seguida, colocado a poucos centímetros abaixo da superfície da água ou para onde suas folhas flutuam naturalmente. Se o lago/tanque/recipiente é mais profundo, a planta irá se ajustar rapidamente às mudanças na profundidade. Não se preocupe se algumas (ou todas) as folhas ficarem submersas, logo elas crescerão à altura do nível da água. Para transplantá-la para um lago, ficará muito mais fácil de você cultivá-la desde o início em um vaso biodegradável (de fibra de coco, por exemplo). Quando a planta estiver com pelo menos 50 cm de altura, amarre pedras de rio ao vaso e largue no lago. Em alguns dias, ou semanas, dependendo da profundidade, as folhas vão submergir. A pedra vai garantir que as raízes cheguem ao solo, o vaso biodegradável irá se decompor e as raízes crescerão no solo do próprio lago.